18/8/2020 Como selecionar materiais de vedação para ventiladores pulmonares

Popularmente conhecidos como respiradores, os ventiladores pulmonares são equipamentos mecânicos que viabilizam a respiração em pacientes com lesões ou deficiências pulmonares. Eles forçam o ar para dentro dos pulmões e o extraem, ampliando ou mesmo substituindo as funções naturais obtidas com o movimento do diafragma ou com a insuflação/deflação dos próprios pulmões. Estes dispositivos podem fornecer ao paciente ar ambiente, oxigênio puro ou uma combinação dos dois, dependendo da necessidade.

É fato que a demanda por ventiladores pulmonares aumentou devido ao surgimento do Covid-19. Os fabricantes destes dispositivos estão atuando no limite da capacidade de produção; por consequência, exigem fornecimento rápido de componentes e peças. Este artigo visa esclarecer quais são os materiais de vedação adequados para uso em ventiladores pulmonares.

Segurança acima de tudo

Primeiramente, as vedações devem ser compatíveis com ar ambiente e com oxigênio puro. Elas não devem enrijecer ou rachar, nem conter quantidade significativa de material volátil que possa evaporar e ser inalado pelo paciente ou que possa se incendiar durante o contato com o oxigênio concentrado.

Presume-se que todo ar que tem contato com as vedações será direcionado aos pulmões do paciente. Por isso, a Parker recomenda fortemente que os fabricantes de ventiladores pulmonares optem por materiais de vedação aprovados no teste USP <87> Classe VI (biocompatibilidade).

A Divisão Seals da Parker vem ajudando fabricantes de equipamentos médicos a acelerar a produção, fornecendo a eles os materiais e O-rings ideais para cada aplicação. No caso de ventiladores pulmonares, os requisitos fazem com que a gama de materiais recomendados seja bastante restrita.

Continue lendo

Expediente ©Parker Hannifin Corp. 2019