Publicação da Parker Hannifin

Artigo
TÉCNICO

Custo e impacto da corrosão intensificam o uso das ligas de alto desempenho
Ligas resistentes à corrosão na indústria de petróleo e gás

O aço inoxidável está presente em nosso dia a dia e conquistou espaço de destaque em diversas aplicações industriais. Isso acontece também no setor de Petróleo e Gás, área na qual as condições operacionais e os métodos de extração transformaram este material em uma escolha conveniente, confiável e de ótimo custo-benefício.

Desafio da alta pressão

Em muitos países, petróleo e gás seguem ocupando lugar de grande destaque na geração de energia. Cada vez mais, é necessário buscar novas reservas em áreas de difícil acesso, que por sua vez implicam operações em ambientes sob condições adversas. No Brasil, a exploração de petróleo em águas profundas é realidade há algumas décadas. Devido à alta pressão e salinidade intrínsecas ao ambiente marítimo, esta é considerada uma operação de alta severidade.

Certas condições de trabalho, envolvendo pressões e temperaturas que antes eram tidas como inviáveis, atualmente tornaram-se parâmetros operacionais comuns. Esta nova situação impõe expressivas limitações aos equipamentos e tecnologias empregadas, e faz com que a geração offshore de energia enfrente desafios relacionados aos materiais usados em seus equipamentos de campo.

Resistência à corrosão

Há cerca de uma década, a indústria do petróleo passou a especificar o uso intensivo de Ligas Resistentes à Corrosão – LRCs (ou, no termo inglês correspondente, CRAs - Corrosion Resistant Alloys), incluindo aço inoxidável superaustenítico e suas variações, dúplex e superdúplex, no dimensionamento de tubos, conexões e válvulas, por exemplo.

Essa tendência foi impulsionada principalmente por falhas ocorridas nos equipamentos que já estavam em operação, nos quais o aço inoxidável convencional não conseguiu atingir desempenho adequado. O aprendizado sobre o custo da corrosão e seu impacto na produção e na segurança das operações também foi determinante para a expansão do uso das LRCs.

Hoje, quase todos os produtores de petróleo optam por equipamentos com ligas resistentes a corrosão, mas ainda há muito a aprender sobre como outras ligas desta categoria podem ampliar ainda mais o desempenho e a integridade desses equipamentos. Também é preciso observar que as ligas mais simples resistentes à corrosão não passam de um aprimoramento das classes convencionais de aço inoxidável, por isso também têm limitações e não conseguem solucionar, sozinhas, todas as necessidades da planta.

Continue lendo

continue lendo
Filtração
Soluções de microfiltração e ventilação para equipamentos médicos Tecnologias avançadas ampliam a confiabilidade de dispositivos essenciais para o tratamento e monitoramento de pacientes continue lendo... VEJA O HISTÓRICO DAS MATÉRIAS DE TOPO

Setores em Destaque

Em destaque 23/12/2019 Para sistemas de instrumentação seguros e eficazes É possível montar sistemas de instrumentação de forma segura e eficaz
Recado distribuidor 4/12/2019 Missão: entregar produtos de alta confiabilidade Conheça a Industrial 4.0, distribuidor Parker da linha Motion System Group em SP
Você já viu? 31/10/2019 Conheça a ferramenta online para dimensionar O-Rings Aplicativo Parker permite selecionar corretamente material e dimensões de O-Rings
Receba o ParkerNews por email Sugira uma matéria PARKER NEWS. ACESSE AQUI EM PDF
Expediente ©Parker Hannifin Corp. 2019